sábado, 24 de maio de 2008

Hipertensão na Gravidez


A hipertensão arterial sistêmica é a mais freqüente complicação e a principal causa de morbi-mortalidade na gestação. Aproximadamente 6% das mulheres grávidas desenvolvem hipertensão. Porém, tendo em vista o crescente aumento no número de indivíduos com sobrepeso e obesidade, a tendência é que aumente a incidência de mulheres a desenvolverem hipertensão na gestação.

Durante o período gestacional, cinco formas de hipertensão arterial são causa de morbi-mortalidade na gestação: hipertensão arterial crônica, hipertensão gestacional, pré-eclâmpsia, pré-eclâmpsia superimposta e eclâmpsia.

Hipertensão gestacional - Consiste na pressão elevada detectada pela primeira vez na segunda metade da gestação e se diferencia da pré-eclâmpsia pela ausência de proteinúria.

Hipertensão crônica - Ocorre quando a elevada pressão sangüínea já existia antes da gestação.

Pré-eclâmpsia - É definida como uma síndrome específica da gravidez, observada após a 20ª semana de gestação com pressões iguais ou maiores que 140 x 90mmHg, acompanhada de edema e importante proteinúria (maior que 300mg nas 24 horas).

Eclâmpsia - É o aparecimento de convulsões na mulher com pré-eclâmpsia. Pode ocorrer na metade da gestação ou no pós-parto.

Pré-eclâmpsia superimposta - É uma condição mais temível face ao aumento do percentual de morbi-mortalidade tanto para o feto como para a mãe. Deslocamento prematuro de placenta, restrição ao crescimento fetal ou morte, insuficiência cardíaca congestiva e insuficiência renal são quadros que freqüentemente encontramos quando a pré-eclâmpsia superimposta se agrava.

Os fatores de risco para uma mulher desenvolver a pré-eclâmpsia são:

primeira gravidez

história de familiares com pré-eclâmpsia ou eclampsia

ter apresentado pré-eclâmpsia em gestação anterior

ser a gestação gemelar

ter hipertensão arterial crônica, nefropatia, lupus ou diabetes

gestação com parceiro diferente

Procure seu médico, faça o pré-natal corretamente.

Faça uma avaliação nutricional e procure se alimentar bem.

Uma gestação tranqüila é sinônimo de criança saudável e pais felizes.

Nenhum comentário: