quinta-feira, 11 de setembro de 2008

Estudos sobre 'gordura boa' podem ajudar tratamento contra obesidade

Além da indesejada gordura branca, cuja função é acumular energia no corpo, o organismo também produz a gordura marrom, que auxilia a queima de calorias ao gerar calor corporal. Dois grupos de cientistas, em estudos independentes, identificaram fatores que regulam a formação da "boa" gordura marrom. De acordo com os autores das pesquisas, que foram publicadas na revista *Nature*, as descobertas poderão ajudar a desenvolver novas terapias contra a obesidade.
O grupo coordenado por Yu-Hua Tseng, do Centro de Diabetes Joslin, da Escola de Medicina Harvard, mostrou que a proteína morfogenética óssea 7 (BMP7, na sigla em inglês) - conhecida por seu papel na indução do crescimento dos ossos - também pode promover a formação de gordura marrom. Já Bruce Spiegelman e colegas do Instituto do Câncer Dana-Farber, também nos Estados Unidos, revelaram que o gene PRDM16 regula a transformação de células em músculos ou gordura marrom.
A ausência do gene leva a célula a se tornar músculo, enquanto o seu excesso faz com que ela se torne gordura marrom. Enquanto isso, a gordura branca se forma a partir de um tipo celular distinto. A revista publicou ainda comentário de Barbara Cannon e Jan Nedergaard, da Universidade de Estocolmo, Suécia, sobre os trabalhos. "Os dois estudos nos aproximam mais um passo do objetivo de promover a linhagem de gordura marrom como potencial caminho para combater a obesidade", destacaram.

Nenhum comentário: