sábado, 2 de maio de 2009

Gastando Energia

O que e quando comer para melhorar seu metabolismo e espantar o cansaço ao longo do dia

Ingerir alimentos certos em quantidades estratégicas manterá sua energia em um bom nível durante todo o dia.

Eis o que você pode comer de acordo com o tempo que você dispõe.

7 da manhã: Acorde seu corpo

Você não deve ter comido nada por pelo menos 8 horas. O nível de açúcar no seu sangue está baixo, e agora é hora de abastecê-lo com proteínas e alguma gordura, mas em maior parte com carboidratos.

Em casa: Em uma tigela misture em uma proporção de 3:1 cereais de fibra e pasta de amendoim. Adicione 1 copo de leite. Isto lhe dará gordura, proteína e fibra que demora a queimar, mais um pouco de açúcar para seu sangue e ajudar você a acordar. Pesquisadores da Universidade de Cardiff, no País de Gales, deram a 150 homens e mulheres, todas as manhãs, durante duas semanas, cereais com quantidades variáveis de fibra. No final do estudo, as pessoas que ingeriram mais fibra disseram ter mais energia. "Fibra ajuda a diminuir a absorção de comida no estômago, então você fica com mais energia por um período maior de tempo", diz Elizabeth Kunkel, professora de ciência de alimentos na Universidade de Clemson.

No carro: Coma aqueles salgadinhos com uvas-passas, nozes e chocolate. As uvas lhe garantirão potássio - mineral que seu corpo precisa para converter o açúcar do sangue em energia. Nozes são ricas em magnésio. Quando este elemento está presente em um nível muito baixo, seu corpo começa a produzir ácido lático, a mesma substância que gera afadiga que faz seus músculos "queimarem" quando você os força.

Na mesa de trabalho: Enquanto estiver checando seus e-mails, experimente comer um pouco de queijo ricotacom um pedaço de fruta. Além de ser rica em proteínas que formam músculos, a ricota é uma boa fonte de cálcio e fósforo, dois minerais que ajudam a compor as reservas de energia. Pesquisadores dinamarqueses descobriram que homens que substituíram 20% dos carboidratos de sua dieta com alimentos de alta proteína como o queijo ricota não só obtiveram mais energia como também aceleraram o metabolismo, aumentando o numero de calorias queimadas por dia em 5%.

10:30: Prevenindo o desconforto no meio da manhã

Seu corpo leva de 2 a 3 horas para quebrar o açúcar dos alimentos que você comeu, liberá-lo na corrente sanguínea e convertê-lo em energia. Se você demorar mais tempo para se alimentar novamente, o nível de energia começa a cair.

Na mesa de trabalho: Beba uma garrafa de chá levemente doce vendido em supermercados. O açúcar vai ajudá-lo a elevar o nível de açúcar no sangue, enquanto a cafeína o deixará alerta. Compostos como o próprio chá também ajudam a acelerar o metabolismo. Pesquisadores suíços descobriram que homens que bebem chá verde chegam a queimar mais calorias do que aqueles que não tomam; o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) obtiveram resultados similares com homens que bebem chá preto. E, como se já não fosse o suficiente, beber chá também ajuda a prevenir a desidratação. "Perder 2% da quantidade de água do corpo pode comprometer os níveis de energia em 20%", afirma Susan M. Kleiner, autora do livro Power Eating (algo como O Poder da Alimentação).

Em eventos com serviço de bufê: Fuja dos biscoitos e prefira frutas. Como elas são quebradas mais lentamente, proporcionam uma quantidade mais gradual de açúcar na corrente sanguínea. "Seu cérebro está constantemente queimando açúcar para funcionar, então manter o fornecimento adequado de açúcar em sua corrente sanguínea a todo instante é uma das principais estratégias para manter os níveis de energia altos", diz J. Mark Davis, professor de Educação Física da Universidade da Carolina do Sul.

Meio-dia: Tenha um almoço reforçado

Na hora do almoço, o açúcar dosangue não precisa de uma elevação imediata. Em vez disso, servirá de reserva para um longo período de energia.

Num almoço de negócios: Peça filé de atum. O Omega-3 presente no peixeé um dos constituintes primários do tecido cerebral, e por isso é vital ao bom funcionamento da mente. "Omega-3 também aumenta a flexibilidade dos glóbulos vermelhos,estimulando a circulação do suprimento de energia através do oxigênio do sangue", diz Douglas Bibus, pesquisador de lipídios da Universidade de Minnesota e editor da publicação Omega-3 News.

Em um restaurante self-service: Coloque azeite e molho vinagrete sobre uma salada de frango, presunto e ovo cozido. O óleo do molho ajudará a fazer com que a digestão das proteínas e dos carboidratos da salada seja mais lenta, estabilizando o nível de açúcar no sangue e mantendo os níveis de energia altos, explica Richard Podell, professor de medicina da Robert Wood Johnson Medical School em Nova Jersey.

No drive-thru: Pesquisadores australianos descobriram que homens que comem alimentos apimentados ficam alertas e mais ativos do que aqueles que comem outro tipo de comida.

15h30: combatendo a queda de rendimento da tarde

O estresse com o trabalho já é perceptível. Combata a fadiga assim:

Em uma lanchonete: Pegue um iogurte quando começar a sentir-se fraco. Como são ricos em proteína, os iogurtes são boa fonte de aminoácidos, como a tirosina. "O corpo usa a tirosina para criar uma substância química chamada norepinefrina, que ajuda a reduzir os efeitos do estresse, aumentar a energia, e se manter em alerta," afirma o expert em tirosina, Jan Berend Deijen.

Na sua mesa de trabalho: Belisque bolachas cream-cracker com pasta de amendoim, que propiciam energia de carboidratos, proteínas e gordura.

Nenhum comentário: