sábado, 13 de junho de 2009

CLA - O que é, como age e os benefícios que promove

Eu sempre tenho algumas ressalvas quando o assunto são suplementos, porque muitos acabam caindo num modismo, mas lendo diversos artigos sobre este em questão, o CLA (Ácido Linoléico Conjugado, em inglês Conjugated Linoleic Acid), me vi "obrigado" a postar um artigo tabém sobre o mesmo e falar um pouco de seus benefícios.

Mais de 2 décadas de pesquisas mostraram que o CLA pode ajudar na redução de gordura corporal de forma muito significativa. Pesquisas mais recentes tem demonstrado também sua capacidade de manutenção e aumento de tecido muscular, o que é importantíssimo para manter um metabolismo acelerado. Seus efeitos antioxidantes também são muito conhecidos.

Em 02/01/2005 o jornal "O GLOBO" publicou uma matéria em que a chamada era a seguinte: "Para ajudar a queimar gorduras e a emagrecer, pílulas de CLA - viram febre de verão no Rio e em São Paulo"
Em 07/02/2007 a revista "ISTO É" publicou a seguinte matéria: "Gordura do Bem - A capacidade do composto de reduzir lipídios está confirmada por várias pesquisas. Uma delas, feita na Universidade Estadual de Campinas, revelou uma diminuição de 18% do tecido adiposo em ratos alimentados com dieta rica na substância"

Claro, são publicações para leigos, e como tais, devem ser vistas com cuidado.

O interesse científico pelo CLA foi despertado em 1988, quando um pesquisador da universidade de Wisconsin descobriu determinadas propriedades do CLA relacionadas a manutenção da saúde. A partir daí diversas pesquisas foram feitas com o CLA, e os resultados foram surpreendentes.

Estudos evidenciaram o seguinte sobre o CLA:
O uso do CLA tem produzido aumento na massa corporal magra, diminuição do acúmulo de gorduras e tem um papel importante no crescimento muscular. Existem evidências de que o CLA inibe o mecanismo que leva o nosso corpo a acumular gordura e faz com que ele use nossas reservas de gordura como fonte de energia.

A suplementação com CLA produz efeitos tanto em pessoas sedentárias como naquelas que praticam atividades físicas, mas pesquisas sugerem que o CLA é mais eficiente na redução da gordura daqueles que praticam atividades físicas.

Existem evidências de que pessoas que param de fazer dieta, quando estão tomando CLA, estão mais propensos a ganhar massa muscular e não gordura.
Estudos indicam que o CLA tem propriedades anti-oxidantes e anti-catabólicas, e é um importante aliado do nosso sistema imunológico.

Cabe frisar aqui que são apenas estudos e, jamais deve-se levar de forma generalista que os efeitos de um determinado suplemento é o mesmo para todas as pessoas, uma vez que cada indivíduo é único e, como tal, responde de forma diferente a cada nova "droga" lançada.

O CLA pode ser encontrado naturalmente em alimentos como carnes, queijos e outros derivados do leite. Contudo, na prática não se consegue obter todo CLA da qual o corpo demanda só contando com a alimentação normal do dia-a-dia. Isso porque o indivíduo teria que consumir pelo menos 500g de gordura, na sua maioria saturada, todos os dias para obter uma quantidade significante de CLA, que é de aproximadamente 3g por dia. Isso daria mais de 4500 calorias por dia só desses alimentos ricos em CLA.

Dessa forma, se você quer realmente atingir o consumo de CLA sugerido pelas pesquisas, o mais indicado é que recorrer à suplementação com CLA.

Pesquisas
Num estudo conduzido por uma equipe de pesquisadores suecos, publicado na edição de Dezembro de 2000 do "Jornal da Nutrição", descobriu-se que o CLA atua na redução da gordura e aumento do tecido muscular. De acordo com o estudo, foi observada uma redução média de 2,7Kg de gordura no grupo que tomou o CLA, comparado com o grupo que não tomou o CLA. O Dr. Michael Pariza, que conduziu pesquisas com o CLA na universidade de Wisconsin, relatou que o CLA faz com que as células de gordura se mantenham pequenas, "murchas".

Pesquisadores da Noruega estudaram os efeitos do CLA em pessoas saudáveis, porém um pouco acima do peso. Foi dado 1,7g, 3,4g, 5,1g, ou 6,8g de CLA por dia. Todos os grupos mostraram uma redução significativa da gordura corporal e um aumento da massa muscular magra, mas esse efeito foi mais significativo nos 2 últimos grupos. Foi também observado que todos os grupos mostraram uma redução nos níveis de colesterol.

Um recente estudo verificou que o consumo de 4,2g de CLA por dia em 53 indivíduos saudáveis levou a uma perda de 3,8% de gordura, comparado com indivíduos que não tomaram o CLA.

Um estudo publicado na edição de junho do American Journal of Clinical Nutrition trouxe mais revelações sobre o CLA. Foi o primeiro estudo de longo prazo feito com o CLA. Esse estudo mostrou que indivíduos acima do seu peso normal que tomaram CLA tiveram uma perda de gordura corporal. O que chamou a atenção é que os resultados foram obtidos sem mudança nos hábitos alimentares ou estilo de vida dos voluntários.

Esse novo estudo que foi realizado pelo pesquisador Jean-Michel Gaullier, PhD, com o Grupo de Pesquisadores Médicos da Escandinávia envolveu 180 homens e mulheres acima do peso, todos com IMC (índice de massa corporal) entre 25 e 30. Um IMC acima de 25 tem sido relacionado ao aumento do risco de doenças cardíacas e outros problemas de saúde, tais como a diabetes.

Eles foram aleatoriamente divididos em 2 grupos. Um deles tomou CLA e outro tomou pílulas placebo (sem nenhuma finalidade).

Resumidamente este foi o resultado no final do período estudado:

  • Os indivíduos do grupo que tomaram CLA perderam peso, enquanto que os indivíduos do grupo placebo continuaram com o mesmo peso.

  • As pessoas do grupo que tomaram CLA tiveram uma perda de gordura corporal, que variou entre 7% a 9%, sendo que as do grupo placebo não tiveram nenhuma diminuição da gordura corporal.

  • Os voluntários que tomaram CLA tiveram ganhos de massa muscular. Lembre-se que a quantidade de massa muscular é o fator mais importante para acelerar o seu metabolismo e ajudar na queima de gorduras.

Segundo Gaullier o estudo mostrou que "aqueles que tomaram CLA perderam 7% a 9% da gordura corporal mesmo sem mudar seus estilos de vida e hábitos alimentares. Isso sugere fortemente que os efeitos observados do CLA na composição corporal independem da dieta".

Segundo o pesquisador, os resultados desse estudo não só confirmam como também ampliam as descobertas anteriores baseadas em estudos de curto prazo sobre o CLA.

Os mecanismos do CLA que levam à diminuição da gordura corporal e ao aumento da massa muscular não estão completamente desvendados. "Há indícios de que o CLA atue eliminando as células de gordura, encolhendo essas células e mantendo elas "murchas", ou ainda acelerando o metabolismo e com isso promovendo a perda de gordura", ele explica.

Sinergia
Em estudos com animais, a combinação do CLA com guaraná demonstrou reduzir as células de gordura em 50%.

Curiosidade
Alguns pesquisadores relacionam o problema de obesidade nos dias de hoje com o baixo consumo de CLA.. Como o CLA é encontrado predominantemente em carnes e derivados do leite, mudanças nos métodos de alimentar o gado levaram à diminuição da concentração de CLA em carnes e derivados do leite.

Para uma produção otimizada de CLA, as vacas têm de pastar na grama em vez de serem engordadas artificialmente com ração. Estudos e pesquisas têm mostrado que a carne de vacas que se alimentam de pasto contem até 4 vezes mais CLA do que as que se alimentam de outra forma. Hoje em dia os derivados do leite tem apenas 1/3 da quantidade de CLA que eles costumavam ter antes de 1960.

Lembre-se: jamais faça uso de qualquer suplemento sem orientação de um profissional de saúde qualificado.

Nenhum comentário: