domingo, 20 de dezembro de 2009

Quais as Estratégias para Prevenção das Doenças Cardiovasculares?

As doenças cardiovasculares (DCV) são as maiores causas de morte no mundo ocidental e contribuem largamente com o aumento dos gastos para a rede de saúde. Na grande maioria das vezes, a morte por DCV ocorre de maneira súbita, e não apenas em indivíduos com presença de fatores de risco elevados, mas também naqueles que apresentam riscos baixos ou moderados. Este cenário pode ser modificado por meio da prevenção e educação da população pelos profissionais da área da saúde, uma vez que a maioria dos casos de DCV está diretamente relacionada com maus hábitos de vida e fatores bioquímicos e fisiológicos modificáveis.

As estratégias necessárias para se alcançar um nível ótimo de saúde cardiovascular são:

* Evitar o consumo de tabaco

* Atividade física (ao menos 30 minutos diários em intensidade moderada)

* Dieta saudável

* Ausência de sobrepeso (IMC menor que 25 kg/m2)

* Circunferência da cintura ≤ 94 cm para homens e ≤ 80 cm para mulheres

* Pressão arterial menor que 140/90 mmHg

* Colesterol total menor que 200 mg/dL

* Lipoproteína de baixa densidade (LDL) menor que 130 mg/dl

* Glicose sanguínea menor que 110 mg/dl

Entende-se como parte de uma dieta saudável a redução das gorduras totais e saturadas, que não devem exceder 30% e 10% da ingestão calórica diária, respectivamente. A ingestão de gorduras trans deve ser a menor possível, sendo ideal eliminá-la da dieta. Os ácidos graxos poliinsaturados devem corresponder a 10% das calorias diárias totais e os ácidos graxos monoinsaturados de 10% a 15%. A ingestão excessiva de sal e álcool deve ser desencorajada. Recomenda-se o consumo de frutas e vegetais (mínimo de 400 g por dia), assim como grãos integrais e leguminosas.

Nenhum comentário: