sábado, 20 de março de 2010

Alimentação Infantil

Para os pais que muitas vezes não sabem como lidar com os filhos, em especial no que se refere a alimentação, aqui vão algumas dicas.

Existem princípios básicos a serem seguidos e são estes:

1. Comer nunca deve ser um prêmio ou um castigo;

2. A comida deve ter seu lugar, sua hora, e seu controle;

3. Os grandes responsáveis pelo sobrepeso de uma criança são seus pais, aqueles que determinam o que se consome em casa e fora dela;

4. Dê aos seus filhos refeições nutritivas. Não se preocupe com a quantidade que ele ingere. É a qualidade dos alimentos que importa, não é a quantidade de alimentos que ela ingera que proporciona à criança uma boa alimentação infantil;

5. Ingerir demasiados líquidos pode reduzir o apetite da criança e isso prejudica a alimentação infantil. Limite a ingestão de líquidos uma ou duas horas antes da refeição, bem como, sempre que possível, substitua refrigerante por sucos naturais;

6. Não substitua o leite de vaca pelo leite soja, a menos que seu filho tenha intolerância a lactose. O leite de vaca é uma das melhores fonte de cálcio.

7. Satisfaça os seus filhos servindo deliciosas sobremesas à base de fruta. Aprenda novas receitas de sobremesas com diversas combinações de frutas, com muitas cores, e ganhe mais um ponto na alimentação infantil da sua criança;

8. Evite que a sua criança lanche mais do que duas vezes por dia e cinja-a a horários de refeições. Os horários são importantes, seja o mais rigoroso possível, relativamente a este ponto;

9. Lide com as situações frustrantes com paciência, atitude positiva e firmeza. Não seja agressivo ou emocional. Por vezes as crianças são “saturantes”, mas tenha paciência, afinal trata-se da sua criança e de lhe porporcionar uma alimentação infantil saudável;

10. Ofereça à sua criança ou adolescente alguma escolha na questão dos alimentos, e sirva-lhe pequenas porções de cada vez;

11. Tente servir refeições apelativas, tais como vegetais cortados em formas divertidas, decorando com ketchup ou ervas, isto dá muito resultado. E os vegetais são alimentos muito importantes na alimentação infantil;

12. Torne a refeição um momento relaxante e agradável, livre de conflitos familiares, tensões e distrações, tais como a televisão. Torne-a um evento familiar importante. Tentar desfrutar enquanto come uma refeição, isto transmite à criança uma sensação de prazer enquanto come e com certeza conduz a uma alimentação infantil mais saudável;

13. Os maiores exemplos que seus filhos podem ter de boa alimentação são os próprios pais.

Evite:

• obrigar que a criança coma mais do que pode.

• premiar um bom comportamento com guloseimas e outros alimentos calóricos.

• castigar à criança sem comida por apresentar alguma conduta desfavorável.

• festejar qualquer acontecimento importante da vida da criança oferecendo-lhe uma comida “sem qualidade”.

• permitir o consumo diário de doces, bolos, bebidas gasosas e açucaradas.

• oferecer, com frequência, pratos pré-cozidos pela falta de tempo.

Nenhum comentário: