sexta-feira, 9 de abril de 2010

Excesso de Peso Corporal em Crianças, Como Evitar?

Algumas estratégias nutricionais, indicadas pela Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica, são importantes para evitar o ganho excessivo de peso corporal das crianças. São elas:

Reduzir a ingestão de gordura, como margarina e frituras em geral; não refogar nenhum alimento com mais de meia colher de óleo e não oferecer carnes com excesso de gordura. O ideal é optar por carnes grelhadas ou assadas.

Evitar comprar alimentos de alto valor calórico e pobres nutricionalmente, como refrigerantes, salgadinhos de pacote, biscoitos (recheados ou amanteigados), doces, balas e chocolates, e não deixar que estes alimentos substituam arroz, feijão, batata, farinha ou macarrão, que são devem ser a base da alimentação brasileira.

Alimentos do tipo fast-food, como sanduíches ou pizzas, devem ser limitados. Os pais não devem tornar a ida a uma lanchonete ou pizzaria um programa muito especial, pois assim as refeições feitas em casa poderão ficar sem graça. Da mesma maneira, não devem oferecer doces ou guloseimas como prêmio ou recompensa, nem usar atividades físicas como castigo.

Evitar que a criança coma fora dos horários das refeições (café da manhã, lanche da manhã, almoço, lanche da tarde e jantar). Caso a criança não esteja com fome ou não queira comer nestes horários, não se deve forçá-la, mas avisar que ela só poderá comer no horário da próxima refeição.

Evitar biscoitos, bolachas e pães nos intervalos das refeições. Nestes horários, dar preferência a frutas, leite e laticínios. A criança deve ser orientada a ingerir água frequentemente, de preferência fora do horário das refeições.

Incentivar o consumo de verduras e legumes e temperos naturais, como sal, limão, vinagre, orégano e azeite. Os pais não devem ceder à primeira reprovação que as crianças fazem a determinados alimentos, pois na maioria das vezes, elas dizem que não gostam antes mesmo de provar. O gosto da criança deve ser respeitado, mas ela deve experimentar o alimento algumas vezes, e em diferentes preparações culinárias, antes de excluí-lo do cardápio.

O cardápio de casa deve ser variado e atrativo. Pouca comida deve ser colocada no prato e, se a criança quiser repetir, ela poderá fazê-lo se esperar alguns minutos. As crianças devem praticar atividades físicas recreacionais diariamente por pelo menos uma hora, como andar de bicicleta, brincar com os amigos, passear com o cachorro, caminhar e realizar brincadeiras ao ar livre em geral. Já outras atividades como assistir televisão, jogar videogame ou outros jogos de computador devem ser limitadas. Um fator muito importante é que os pais dêem o exemplo, tanto com relação à dieta como na prática de atividade física.

Autora: Iara Waitzberg Lewinski
Fonte: Nutritotal

Nenhum comentário: