domingo, 4 de julho de 2010

Super Size Me "Tupiniquim"

A algum tempo venho observando algumas mudanças nas lanchonetes do estio "fast-food". E uma das mudanças que mais venho observando é a adoção dos mecanismos de venda das lanchonetes americanas. Ou seja, você pede um lanche e te oferecem por alguns centavos a mais um "incremento" no mesmo, seja a adição de mais "creme", "chocolate" ou até mesmo um volume maior.

Para aqueles que assistiram o documentário "Super Size Me", saberão do que estou falando.

Super Size Me (Super Size Me - A dieta do palhaço) é um documentário americano de 2004, escrito, produzido, dirigido e protagonizado por Morgan Spurlock, um cineasta independente americano.
No filme, Spurlock segue uma dieta de 30 dias (fevereiro de 2003) durante os quais sobrevive em sua totalidade com a alimentação e a compra de artigos exclusivamente do McDonald's. O filme documenta os efeitos que tem este estilo de vida na saúde física e psicológica, e explora a influência das indústrias da comida rápida. Leia mais aqui.





Observo neste comportamento das nossas lanchonetes o mesmo perigo que o filme mostra: o crescimento cada vez maior do número de obesos na população. Recentemente, vou citar um exemplo: ao fazer a compra de uma sobremesa num destes fast-foods, me ofereceram por mais R$1,00 o que seriam mais 200ml. Não aceitei, até porque, me dava por satisfeito com meu pedido, mas é interessante a sensação de "vantagem" quando nos oferecem ofertas deste tipo. Então, cuidado.

Quero aqui, com este post, alertar aqueles que são frequentadores que tenham cuidado, por mais tentadora que seja a promoção, pense bem antes de aceitá-la.

Um comentário:

Ana disse...

Vale a pena assistir a este documentário. Eu o vi na Band. Já tem tempo. Pra mim é um crime induzir a gente a comer um pouco mais na hora de incluir um complemento. Eles nem param para pensar na possibilidade de mataram mais cedo o consumidor e não terem depois quem compre o lanche. rsrsrs