segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Leites sem Lactose

Entendendo a diferença entre alergia à proteína do leite e intolerância à lactose
A alergia à proteína do leite (como a caseína) é uma resposta imunológica do organismo, que entende essa proteína como agente estranho que precisa ser combatido, causando reações como diarréia, urticária, sintomas respiratórios (como asma) e até febre. Após a identificação da alergia por um médico qualificado, é necessário eliminar o leite e seus derivados da dieta.

A intolerância à lactose, por sua vez, é uma condição distinta, que nem sempre requer a eliminação completa do leite da dieta. A lactose é um açúcar presente no leite, que normalmente é digerido em nosso organismo por uma enzima conhecida como lactase. Algumas pessoas, no entanto, tem problemas na produção desta enzima (por exemplo uma produção em quantidades menores), e não conseguem digerir apropriadamente a lactose, que permanece no intestino onde é então fermentada por bactérias, levando à sintomas como flatulência, mal-estar e diarréia. Não há tratamento para aumentar a capacidade de produzir a enzima lactase, mas hoje em dia é possível consumir esta enzima como suplemento ou produtos nos quais a lactose já tenha sido previamente digerida.

Leites com Baixo Teor de Lactose
No Brasil, o leite com baixo teor de lactose é encontrado no mercado na forma de longa vida. Os leites com baixo teor de lactose são leites de vaca comuns, porém passam por um processo de ‘quebra’ (ou ‘digestão’) da lactose em dois outros açúcares (glicose e galactose) de mais fácil digestão, os quais podem ser consumidos por pessoas que têm intolerância à lactose (vale lembrar, porém, que estes leites não são apropriados para quem tem alergia à proteína do leite de vaca). Normalmente, os leites com baixo teor de lactose possuem cerca de 90% a menos de lactose do que o leites de vaca. A tecnologia que permite produzir leite com baixo teor de lactose já existe há algum tempo, e consiste na adição de uma enzima (por exemplo, a lactase) ao leite antes do envase. A quebra da lactose geralmente dá à este leite um sabor mais adocicado. Além disso, ele conserva os valores nutricionais originais do leite, podendo ser utilizado normalmente em receitas.

Nenhum comentário: