quinta-feira, 26 de março de 2015

Consumo de Peixes Durante a Gestação Melhora a Formação Neurológica do Feto

Quero hoje reforçar um assunto que sempre "frisei" em todos os meus atendimentos, em especial, a todas as gestantes que passam ou já passaram pelo meu consultório:

O consumo regular de peixes, pelo menos 2 (duas) ou 3 (três) vezes por semana. Além de saudável e saboroso, é importantíssimo para a formação do feto nos primeiros meses. Assim, leiam a matéria abaixo e vejam como é importante.

Peixe Grelhado e Salada, uma combinação excelente.
Resultados de uma revisão sistemática publicada na revista Nutrients demonstram que a ingestão de peixe durante a gravidez está associada a resultados positivos sobre o desenvolvimento neurológico do feto.

Com o objetivo de avaliar criticamente a literatura sobre o consumo de peixe por mulheres grávidas em associação com os resultados do desenvolvimento neurológico no feto, pesquisadores australianos conduziram uma revisão sistemática de artigos de periódicos publicados entre janeiro de 2000 e março 2014.

Os resultados apontam uma associação entre o consumo de uma ou mais porções de peixe por semana durante a gravidez e melhores resultados no desenvolvimento neurológico do feto. O mecanismo responsável pela associação não foi esclarecido, mas os autores afirmam que as grávidas que consomem peixes regularmente têm níveis elevados de ácidos graxos ômega-3 no sangue, e que esses ácidos graxos são essenciais durante todo o ciclo da vida para o desenvolvimento e funcionamento normal do cérebro. 

O tecido cerebral é predominantemente composto de lipídeos, incluindo os saturados, monoinsaturados e poli-insaturados. Dentre os ácidos graxos poli-insaturados, o ômega-3 corresponde por cerca de 10 a 20% do total da composição de ácidos graxos no cérebro, pois são componentes estruturais fundamentais das membranas de neurônios e também estão envolvidos na bioquímica do desenvolvimento e processos cerebrais e neuronais do sistema nervoso central.

“Com base nos resultados desse estudo, a recomendação atual para o consumo de duas a três porções de peixe por semana parece adequada”, concluem os autores.

Autora: Alweyd Tesser
Fonte: Nutritotal

Nenhum comentário: